Pele e açúcar: confira 3 problemas cutâneos causados pelo consumo desse ingrediente

Todos amam açúcar. Se você acha que não se enquadra nesse grupo, saiba que ele não está presente somente naquele cafezinho que você toma ou no chocolate.

Alimentos como barrinhas de cereais, pães, granola e molho de tomate possuem uma alta dose de açúcar.

açúcar

Sendo assim, muitas pessoas extrapolam o limite saudável de consumo dessa substância sem nem se darem conta. Além disso contribuir para o surgimento de diversas doenças, também acaba afetando a nossa pele. 

É necessário ter sempre em mente que não adianta gastar rios de dinheiro em bons produtos de skincare ou em tratamentos se você não está fazendo o mais importante: mantendo uma alimentação equilibrada. 

Por isso, hoje vamos mostrar para vocês os três problemas cutâneos causados pelo açúcar, dicas para reduzir o seu consumo e uma maneira de utilizá-lo à favor da saúde da sua pele. Vamos lá?

O consumo desregrado de açúcar

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a ingestão de 25g (aproximadamente uma colher de sopa) por dia de açúcar, o que reduz o risco do surgimento de diversas doenças e também do sobrepeso.

No entanto, a média diária de açúcar consumida pelos brasileiros gira em torno de 80g!

Além das pessoas não estarem atentas ao açúcar escondido nos alimentos processados, outro fator que colabora para esse exagero é a visão dessa substância como uma maneira de aliviar o estresse e de nos confortar nos momentos difíceis. 

Isso acontece porque o açúcar também pode causar vício, já que nos sentimos felizes ao consumi-lo. Apesar de ser uma boa sensação, isso pode ser muito prejudicial, principalmente, para a sua pele. 

Problemas causados na pele

Não é segredo para ninguém que a nossa alimentação reflete de forma geral na saúde do nosso corpo. Com a pele não seria diferente. Confira a seguir os três problemas que ela enfrenta por conta do consumo exagerado de açúcar:

1 – Queda na produção de colágeno

O colágeno é uma proteína importante para garantir a firmeza e sustentação da nossa pele, além de trazer uma melhor qualidade de vida em geral. O nosso corpo produz colágeno de forma natural desde que nascemos.

Como você já deve saber, essa produção diminui conforme envelhecemos, fazendo com que surjam rugas e flacidez em nossa pele.

No entanto, você sabia que não é apenas o passar do tempo que pode contribuir para essa queda de colágeno? Ela também pode ser ocasionada pela dieta que levamos. 

O açúcar, por exemplo, prejudica muito a nossa produção de colágeno. Sendo assim, contribui para o envelhecimento da nossa pele. 

2 – Desidratação

Se você está comprando cremes caríssimos para manter a pele hidratada mas não está vendo resultado, saiba que o culpado pode ser o açúcar presente na sua dieta. 

O consumo excessivo do açúcar pode causar desequilíbrio de fluidos e desidratação em geral, já que ele absorve muita água do nosso corpo. Dessa forma, acaba afetando também a nossa pele, que fica ressecada. 

3 – Aumento da testosterona

Aposto que por essa você não esperava. Apesar de ser difícil de acreditar, o açúcar pode mesmo aumentar a sua testosterona, hormônio sexual masculino. 

A testosterona pode causar diversos danos à nossa pele, já que afeta as nossas glândulas sebáceas. Assim, ocorre um aumento da oleosidade e, consequentemente, o surgimento de acne.

Além disso, a pele pode ficar mais espessa e os poros aumentarem de tamanho.

Como você pode ver, o consumo excessivo de açúcar afeta diretamente a saúde da nossa pele. O fenômeno até já ficou conhecido como “cara de açúcar”. 

açúcar e pele

Por isso, o melhor caminho a se tomar é diminuir a sua ingestão.

Como reduzir o consumo de açúcar

Agora que você está por dentro de todos os efeitos negativos que o açúcar causa à nossa pele, chegou a hora de descobrir algumas medidas que você pode tomar para reduzir o seu consumo.

Leia os rótulos

Como você já ficou sabendo, o açúcar está escondido em diversos alimentos que consumimos no nosso dia-a-dia. A primeira coisa que você precisa começar a fazer é ler os rótulos dos produtos. 

E fique atenta, pois diversas formas de açúcar são utilizadas como ingrediente dos produtos.

Sendo assim, ele pode aparecer nos rótulos por meio de algum desses nomes: sacarose, maltodextrina, açúcar invertido, xarope de milho, glicose, glucose, frutose, melado, dextrose e maltose.

Além disso, lembre-se que os componentes que aparecem no início da lista de ingredientes são aqueles em maior quantidade no produto em questão. Então fuja daqueles que tem algum dos nomes anteriores logo no começo.

Escolha versões mais saudáveis

Mudanças drásticas na dieta geralmente não tem um bom resultado, já que as pessoas têm dificuldades em seguir uma alimentação super restritiva. 

Dessa forma, o ideal é que você corte o açúcar aos poucos da sua dieta. No lugar dele você pode usar, por exemplo, stevia, uma opção natural, mas que também deve ser consumida com moderação. O melhor de tudo é que ela não prejudica a sua pele. 

No lugar do chocolate comum, por que não apostar nas versões com 70% de cacau? Além de diminuir a quantidade de açúcar consumida, você estará beneficiando a sua tez, já que o cacau é um poderoso antioxidante

O açúcar é sempre prejudicial para a pele?

Depois de todos esses malefícios que você conferiu, aposto que já colocou o açúcar na sua lista de vilões estéticos. 

Entretanto, você sabia que existe uma forma dele contribuir para a saúde da sua pele?

O segredo é que, ao invés de consumi-lo, você deve aplicá-lo no seu rosto. Confira nesse artigo uma receita de esfoliante com açúcar capaz de ajudar na renovação celular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *