Melasma e Renovação Celular: descubra porque os tratamentos convencionais não podem te ajudar

Só quem sofre com melasma entende quão desesperador pode ser olhar no espelho. Muitas vezes, as manchas evoluem tanto, que até se torna difícil se reconhecer.

A maquiagem se torna a melhor amiga. No entanto, há casos em que nem ela é capaz de mascarar tudo o que se deseja, mesmo utilizando quilos e quilos ao sair de casa.

Pouco a pouco, as pessoas acometidas pelo melasma, deixam de fazer as coisas que gostam. Primeiro, porque precisam fugir a todo custo do sol.

E, em segundo lugar, porque não querem que ninguém veja seu rosto no estado em que se encontra, possuem vergonha das manchas que o cobrem.

Muitas gastam rios de dinheiro em tratamentos que só funcionam até certo ponto e que, às vezes, até mesmo causam efeito rebote, só piorando mais ainda a situação e a autoestima.

Por isso, hoje, além de uma breve apresentação sobre esse transtorno dermatológico, vou mostrar para você como a indústria de cosméticos está lucrando em cima das suas manchas e o que você pode fazer para acabar com esse ciclo. Leia até o final e não perca nenhum detalhe!

Melasma: tipos e quem é afetado

O melasma é um distúrbio de pigmentação que acarreta no surgimento de manchas escuras na pele. Apesar do incômodo estético que causam, não apresentam risco algum à saúde. 

Em alguns casos, pode atingir diferentes partes do corpo, mas de uma forma geral, a pele do rosto é a mais acometida por esse problema. Existem três diferentes tipos de melasma:

  • Epidérmico: manchas com coloração marrom e bordas marcadas, ocorrem na camada superficial da pele;
  • Dérmico: manchas mais escuras e acinzentadas que se formam na camada mais profunda da pele;
  • Misto: manchas marrom-acinzentadas que aparecem nas duas camadas da pele.

Apesar de na maioria das situações não ter uma causa específica, há alguns fatores que podem contribuir para o aparecimento do melasma, são eles:

  • Gravidez;
  • Exposição ao sol sem a devida proteção;
  • Uso de anticoncepcional há muito tempo;
  • Disfunção da tireóide;
  • Familiares com histórico de melasma;
  • Tratamento de reposição hormonal.

É importante ressaltar também que quase todos os casos ocorrem em mulheres, sendo que apenas cerca de 10% deles se dão em homens.

Por que as manchas aparecem?

Antes de te mostrar a melhor forma de tratar as suas manchas, é preciso que você entenda primeiramente por que elas aparecem.

São quatro coisas responsáveis por isso: o melanócito, os melanossomos, a tirosinase e a melanina. As três primeiras trabalham na produção e transporte da melanina até nossa pele. 

Entretanto, em alguns casos, pode ocorrer uma confusão e ser produzido melanina em excesso. E é isso que faz surgirem manchas em nossa pele. 

Por que os tratamentos disponíveis não funcionam?

Aposto que se você já deve ter ouvido a frase “melasma não tem cura, só tratamento”. E, infelizmente, essa afirmação é verdade. Até hoje não encontraram nada que desse fim de uma vez por todas nas manchas. 

No entanto, é possível tratá-las a ponto de ficarem invisíveis e você inclusive esquecer que elas existem.

Mas preciso te informar, que você não vai conquistar isso com os tratamentos comuns que encontramos por aí, nem mesmo aqueles caríssimos. Isso porque todos funcionam basicamente da mesma forma: impedindo que a melanina chegue até a pele. 

O resultado é óbvio: eles impedem que novas manchas apareçam. Todavia, não fazem nada pelas manchas que você já possui

Renovação Celular

Você deve estar se perguntando então como é possível amenizar as tão incômodas manchas. Acredite ou não, a única coisa capaz de fazer isso é o seu próprio corpo, por meio de um processo natural chamado renovação celular

Funciona da seguinte forma: ao perceber que nossas células estão fracas e envelhecidas, nosso corpo produz células novas e as substitui, nos dando praticamente uma pele novinha em folha

Todo esse processo fica bem evidente quando nos bronzeamos, por exemplo. Nesses casos, ficamos felizes porque nossa pele fica bronzeada. Nosso corpo, no entanto, entra em estado de alerta, pois nossas células estão queimadas e não podem mais nos proteger corretamente. 

Sendo assim, não demora muito para que nossa pele descasque, levando embora o bronzeado e deixando apenas uma pele novinha da nossa cor natural. Impressionante, não é verdade? O mais incrível é que esse mesmo processo é capaz de nos livrar das manchas.

Bebês, por exemplo, renovam a pele a cada três dias. Aposto que você nunca viu nenhum bebê com manchas ou rugas, afinal, o termo “pele de bebê” não é infundado. Bom, o problema é que conforme o passar dos anos, nossa renovação celular perde a velocidade.

Dessa forma, nosso corpo não dá mais conta de substituir as células manchadas e envelhecidas na velocidade que deveria e elas acabam se acumulando na nossa pele. O resultado? Um rosto sempre manchado.

Mas fique tranquila, porque a seguir vou te mostrar uma maneira de reverter essa frustrante situação.

Sérum Corretor de Manchas

O Sérum Corretor de Manchas da Diatena é um tratamento completo para quem sofre com melasma, pois, além de impedir que novas manchas apareçam na sua pele, como os outros cosméticos comuns, ele também trata as já existentes. 

Tudo isso por conta do seu mecanismo único, que proporciona o aumento da velocidade da nossa renovação celular. Ficou curiosa? Dá só uma olhadinha nas estrelas deste produto.

  • Exfo-bio: ativo natural feito a partir de feito de extratos glicerinados da polpa de cajá, manga e banana. É capaz de acelerar a nossa renovação celular, não só deixando nossa pele sem manchas, mas também reduzindo rugas e flacidez;
  • Biolumitá®: impede que as manchas cheguem até a superfície da sua pele de três maneiras diferentes, de forma suave, sem causar efeito rebote;
  • Citrolumine™: potencializa a ação do Biolumitá®, fazendo com que o aparecimento de manchas seja ainda mais difícil.

O Sérum Corretor de Manchas, diferentemente dos outros produtos do mercado, conta com a dosagem correta de cada componente em sua fórmula, fazendo com que as manchas não tenham vez! E você, o que tem feito para tratar suas manchas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *